Tom Jobim - O Menino de Ipanema

Jobim

“Eu era um garoto da praia e acredito que aprendi meus cantos com os pássaros da floresta brasileira.”
-Tom Jobim

SOBRE TOM JOBIM

Antônio Carlos Jobim (1927-1994) foi um lendário compositor, compositor e arranjador brasileiro, que apresentou ao mundo a música Bossa Nova (“nova tendência”). Com mais de 400 músicas em seu currículo, Tom Jobim – como era popularmente conhecido – transformou os ritmos extrovertidos do samba brasileiro em uma música intimista, a Bossa Nova, e com a ajuda de importantes artistas internacionais, fundiu-a com o jazz.
 
Tom Jobim foi formalmente treinado em piano quando adolescente e foi influenciado por compositores clássicos como Debussy, Stravinsky, Chopin, Villa-Lobos (um compositor brasileiro) e samba brasileiro. Jobim iniciou sua carreira na década de 1950 tocando em clubes, fazendo arranjos musicais para diversos artistas e compondo, antes de se tornar diretor musical da Odeon Records, uma das maiores gravadoras do Brasil. Nessa época desenvolveu a Bossa Nova junto com o poeta Vinicius de Moraes e o vocalista/guitarrista João Gilberto. A nova sonoridade adaptou a variedade rítmica e a excitação percussiva do Samba à intimidade do violão sincopado, ao mesmo tempo em que ecoava as melodias e harmonias do Cool Jazz. A Bossa Nova tornou-se popular no início dos anos 1960 com o filme Black Orpheus, que trazia a trilha sonora de Tom Jobim. As colaborações de Jobim com grandes artistas americanos, como Stan Getz, Charlie Byrd e Frank Sinatra ajudaram a popularizar a Bossa Nova em todo o mundo. 
 
O violão suave, os ritmos românticos e o estilo vocal caloroso de Jobim resumiam a sensualidade de sua música. Gravou com os orquestradores Claus Ogerman e Nelson Riddle, o vocalista Frank Sinatra e vários músicos de jazz. As canções de Jobim falavam de amor, autodescoberta, traição, alegria e maravilhas naturais do Brasil, como a Mata Atlântica, personagens do folclore brasileiro e sua cidade natal, o Rio de Janeiro. Muitas de suas canções se consolidaram no repertório jazzístico e receberam letras em inglês de diversos compositores: “Corcovado” (“Quiet Nights of Quiet Stars”), “Wave”, “Chega de Saudade” (“No More Blues”). , “Amor Em Paz” (“Uma vez que amei”), “Que Insensível”, “Triste”, “Águas de Março” e “A Felicidade”. A música mais icônica de Jobim é “Garota de Ipanema”; tornou-se a segunda música pop mais gravada de todos os tempos! Conheça a história completa da lendária canção AQUI, conforme contado por JAZZIZ. 

LEGADO DE TOM JOBIM

Tom Jobim deixou um legado duradouro na música brasileira e global. Muitas das melodias de Jobim passaram a fazer parte dos padrões do jazz e foram regravadas por artistas de Tony Bennett a Diana Krall. Veja uma performance memorável da década de 1960 de Tom Jobim dividindo o palco com Frank Sinatra AQUI 

Inúmeros músicos modernos, encantados com as melodias de Jobim, fazem dela parte de seu repertório. Aqui está o que alguns artistas têm a dizer sobre Tom Jobim:

“Trabalhar com meu grande amigo Jobim foi uma alegria absoluta. Fomos criados em países diferentes, mas partilhamos o mesmo profundo amor e respeito por grandes talentos… músicos, letristas, compositores e colegas cantores.” -Frank Sinatra

“Ele era um gênio, um poeta, um mestre da harmonia e da melodia.” - Picada

“Ele era um músico do mais alto nível, um verdadeiro inovador e um mestre em seu ofício.” -Herbie Hancock

“Sua música era como um abraço caloroso, uma celebração da vida e do amor.” - Ella Fitzgerald

“Jobim foi um dos maiores compositores do século XX, uma verdadeira lenda que deixou uma marca indelével no mundo da música.” –Carlos Santana

ARTISTAS DE ARKADIA COMEMORANDO TOM JOBIM

A Arkadia Artists prestou homenagem a Tom Jobim com diversas gravações. Aproveite esta apresentação ao vivo de A Grande Amor, escrita por Antonio Carlos Jobim e Venicius de Moraes do All-Star Tribute Concert a Antonio Carlos Jobim. Joe Henderson – sax tenor, Gonzalo Rubalcaba – piano, Ron Carter – baixo, Harvey Mason – bateria, Paulo Jobim – guitarra, Oscar Castro-Neves – guitarra, Alex Acuña – percussão.

O DVD da apresentação pode ser adquirido AQUI

OBRIGADO, TOM JOBIM!

AJAS: Thank You Tom Jobim cover

Arkadia Jazz All-Stars lançou um novo álbum: “Obrigado, Tom Jobim! Nosso tributo a uma lenda” O lançamento contará com uma delegação internacional de renomados músicos de Jazz (como Benny Golson, Joanne Brackeen, Nigel Clark, TK Azul, e outros) homenageando Tom Jobim na quinta edição da belíssima Série “Obrigado”. Artistas renomados, bem como novos talentos altamente aclamados, deram um novo toque às melodias de Tom Jobim, enquanto quatro artistas criaram suas próprias composições originais memoráveis, profundamente inspiradas na música atemporal de Jobim. Saiba mais sobre “Obrigado, Tom Jobim!” AQUI

Leia a resenha de “Obrigado, Tom Jobim! Nosso tributo a uma lenda” na Connect Brasil.

Curta a música!

 

pt_PTPortuguese
Arkadia Records Logo popup

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de e-mails para receber os últimos lançamentos, listas de reprodução e conteúdo de vídeo exclusivo de Jazz. Sem spam, apenas exclusivos Jazz de nosso catálogo.

Você se inscreveu com sucesso!